Secretaria Especial da Cultura/ Ministério da Cidadania divulga cursos EaD voltados para a Economia Criativa

 

A criatividade contribui significativamente com o contínuo aprendizado humano e o desenvolvimento de estratégias capazes de elevar a qualidade de vida em diferentes dimensões e contextos, confirmando a sua capacidade transformadora e promotora de valor na sociedade e entre os povos. Nesse ambiente surgiu o conceito de economia criativa que ganhou expressão e relevância a partir dos anos 2000, entendido como o conjunto de atividades econômicas que dependem de conteúdo simbólico. Estima-se que a economia criativa represente entre 1,2% e 2% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, e aproximadamente 2% da mão de obra e 2,5% da massa salarial formal.

Promover a economia criativa é estratégico ao país e parte da missão da Secretaria da Economia Criativa/ Secretaria Especial da Cultura que se dedica a criar oportunidades de capacitação e qualificação técnica, artística e gerencial para os agentes que integram as cadeias produtivas dos setores da economia criativa.

Entre os resultados alcançados estão os cursos promovidos no âmbito do PRONATEC Cultura em parceria com o Ministério da Educação e as Secretarias Estaduais de Educação, além de capacitações EaD para importantes segmentos da economia criativa, entre eles: games e jogos digitais, museus e patrimônio – disponíveis gratuitamente em https://lumina.ufrgs.br/Em breve, também estarão acessíveis conteúdos de moda, música, livro, design e artes cênicas. São atividades formativas que somadas a outras promovidas pela Secretaria da Economia Criativa/Secretaria Especial de Cultura/Ministério da Cidadania, valorizam a cultura brasileira e impulsionam a economia cultural local, regional e territorial.